segunda-feira, 30 de novembro de 2009

(Apenas Mais Um) Soneto De Amor (Parte I) - Um Salto No Abismo

Às vezes penso em quem sou
Se sou alguém
Se não sou ninguém
De ontem para hoje, meu mundo mudou

Me afogo em pensamentos que me vêm
A escuridão torna meu dia em noite
Tua voz me vem como um açoite
Quero te ter em meus braços e mais além

Meu desejo aumenta a cada segundo
Meus dias acabam e não vejo o teu rosto
Penso em você a cada momento insano

Quando vais embora é o fim do mundo
Quando te abraço, meu amor deixo exposto
Cada minuto sem você é quase um ano

2 comentários:

  1. PORRA ESSE EU AXEI DO CARALHO! TA SE GARANTINDO VIU MAGO!

    ResponderExcluir